05 novembro 2014

ARTE BARROCA NO BRASIL

A ARTE BARROCA NO BRASIL

Minas Gerais foi o berço da mais forte e mais bela expressão de uma Arte Barroca genuinamente brasileira.

O ponto culminante da integração entre arquitetura, escultura, talha e pintura sob o comando de Antônio Francisco Lisboa, "O Aleijadinho" e Manuel da Costa Ataíde, "Mestre Ataíde".

  "Um alto poder aquisitivo proporcionado pelo ouro e uma aguda sensibilidade artística foram os principais fatores que animaram a produção de arte em Minas Gerais. Duas linhas diferentes caracterizam o estilo barroco brasileiro: nas regiões enriquecidas pelo comércio do açúcar e pela mineração, encontramos igrejas com trabalhos em relevo feitos em madeira, as talhas recobertas por finas camadas de ouro, com janelas, cornijas e portas decoradas com detalhados trabalhos de esculturas. Já nas regiões onde não existia nem açúcar nem ouro, as igrejas apresentam talhas modestas e os trabalhos foram realizados por artistas menos experientes e famosos do que os que viviam nas regiões mais ricas". 

O estilo barroco no Brasil, desenvolveu-se durante o século XVIII e início do século XIX. A palavra barroco significa Pérola de forma irregular.

ANTÔNIO FRANCISCO LISBOA "ALEIJADINHO"

  Seus trabalhos para as igrejas mineira expressam grandiosidade e criatividade de um grande artista. A portada, com belíssimos medalhões, anjos, fitas esculpidos em pedra sabão, mostram o extraordinário arquiteto, escultor e decorador de igrejas. Uma arquitetura marcada pelo excesso de ornamentação, superposição de planos e volume. Elementos contorcidos, espirais, teto elaborado com elementos da escultura e as janelas permitem a penetração da luz de modo a destacar o altar. 

                                      Características da escultura de Aleijadinho: 

* Olhos espaçados
* Nariz reto e alongado.
* Lábios abertos e entrelaçados.
* Queixo pontiagudo.
* Pescoço alongado em forma de V.

Sobre as obras de Antônio Francisco Lisboa em Congonhas, escreveu Oswald de Andrade, trecho do poema:

"No anfiteatro das montanhas os profetas do Aleijadinho monumentalizam a paisagem.
As cúpulas brancas dos passos e os cocares revirados são degraus da arte do meu país onde ninguém subiu mais. 
Bíblia de pedra sabão banhada no ouro das Minas".

PINTURA - ESCULTURA - ARQUITETURA

Igreja de Nossa Senhora do Pilar. Ouro Preto, Minas Gerais.
Pintura de Manuel da Costa Ataíde. Teto ou nave, da Igreja de São Francisco de Assis. Ouro Preto, Minas Gerais.
Escultura de Antônio Francisco Lisboa. Peça em pedra sabão, que compõe o Santuário de Bom Jesus de Matozinhos, Congonhas do Campo, Minas Gerais.

Vista do Santuário de Bom Jesus de Matozinhos projetado por antônio Francisco Lisboa. Nas laterais, os Passos, onde estão as esculturas em madeira, que representam cenas da paixão de Cristo.
Vista de frente do Santuário de Bom Jesus de Matozinhos e os doze profetas esculpidos por Antônio Francisco Lisboa.

Escultura de Antônio Francisco Lisboa, "o Aleijadinho".

Vista Frontal da Igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto, Minas Gerais. 

Detalhe escultura e arquitetura de Antônio Francisco Lisboa.

MANUEL DA COSTA ATAÍDE  - "O MESTRE ATAÍDE"

Manuel da Costa Ataíde, pintou várias igrejas de Minas Gerais, em que mostrou um estilo próprio e que se aliava perfeitamente com as obras de Aleijadinho.
Para o teto da igreja de São Francisco de Assis, Mestre Ataíde pintou a virgem Maria morena  cercada de anjos mulatos, que acolhia piedosamente os fiéis em sua glória, fugindo dos padrões da pintura européia.

O colorido de suas pinturas é considerado como mais bonito. Cores vivas e alegres e gostava muito do azul e fabricava suas próprias tintas, utilizando pigmentos naturais.